Como a inveja mudou a história do mundo

capa inveja

Oi, lembra de mim?

Pois é, dando uma olhada rápida neste blog, você logo constata que meu último texto publicado aqui foi há 170 dias. Uma eternidade para um blog que quer se manter digno de leitura. Um vexame inescapável. Mas tenho uma desculpa – menos esfarrapada do que a média.

Eu estava mergulhado no meu primeiro livro: Inveja – Como ela mudou a história do mundo.

E olha só que bom motivo para voltar ao blog: o livro vai ser lançado nesta segunda-feira, dia 4 de maio. Quem quiser participar do lançamento, é só aparecer na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, esquina da Av. Paulista com a Rua Augusta, a partir das 19h.

O Inveja faz parte de uma nova coleção da editora LeYa, chamada “Os Sete Pecados”. São sete livros, cada um mostrando como os pecados capitais influenciaram a história da humanidade. O lançamento da coleção é justamente com o meu livro e com o Luxúria, do jornalista Maurício Horta. No segundo semestre haverá mais lançamentos, e o restante em 2016.

A coleção toda é organizada pelo jornalista Alexandre Versignassi, redator-chefe da revista Superinteressante e autor do livro Crash – Uma breve história da economia.

No caso do Inveja, eu falo sobre a influência desse pecado no ostracismo da Grécia Antiga, nos primeiros textos bíblicos, na condenação de Sócrates a beber cicuta, na ascensão do nazismo, nas escolhas do Prêmio Nobel, nos roteiros de grandes clássicos do cinema, nas obras de Michelangelo, Freud, Beatles, Beach Boys… e no nosso comportamento no escritório e no Facebook também. Um sentimento que, de quebra, ajudou a formar o caráter do brasileiro.

Prometo voltar a ser constante por aqui. A escrita do livro foi também uma enorme lição sobre gestão do tempo. Acho que agora eu aprendi.

 

Enviar por E-mail

Sobre o autor:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não serã publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>